A Cidade

Dores do Turvo
Município brasileiro do estado de Minas Gerais com uma área de 231 km². Sua população estimada em 2009 era de 4.668 habitantes. Sua economia está baseada na agricultura e na pecuária leiteira. Como divulgação desta economia, a cidade realiza um evento pecuário na última semana do mês de agosto. O município foi emancipado em 1954 e seu primeiro Prefeito foi Vicente Martins Moreira. Todos os anos celebra o jubileu de Nossa Senhora das Dores no período de 5 a 15 de setembro. Em 2009, foi inaugurado o trecho asfáltico Dores do Turvo/Senador Firmino/Ubá que trouxe grande benefício para a população não só da cidade, mas também da região, contribuindo com sua economia, incentivando o ecoturismo na região e possibilitando a retomada de negócios na área do turismo.

Geografia
Dores do Turvo localiza-se na Mesorregião da Zona da Mata mineira e dista por rodovia 223 km da capital Belo Horizonte.

A altitude da sede é de 670 m, possuindo como ponto culminante a altitude de 985 m. O clima é do tipo tropical de altitude com chuvas durante o verão e temperatura média anual em torno de 19 °C, com variações entre 14 °C (média das mínimas) e 26 °C (média das máximas). O município faz parte da bacia do rio Doce

História
Em 1773, Maria Lopes doou uma gleba de terras para construção de um arraial, que recebeu o nome de Nossa Senhora das Dores do Turvo, em homenagem à santa de sua devoção e ao pequeno rio Turvo, que banhava a região.

Em 1873 é dada a primeira provisão para construção da capela. Depois de diversas mudanças de sede da freguesia de Dores do Turvo para Conceição do Turvo, e vice-versa, cria-se, definitivamente, em 1873, a freguesia de Dores do Turvo, cujos habitantes se dedicavam, principalmente, às atividades agropecuárias. Como distrito, Dores do Turvo pertenceu aos municípios de Piranga, Alto Rio Doce e Senador Firmino, até sua emancipação 1953.

A cidade tem a data comemorativa de seu aniversário em 1 de janeiro. Em 1975 foi realizado o 1º Jubileu de Nossa Senhora Das Dores, organizado pelo saudoso Pe. Nélson Marotta, que havia assumido a paróquia no ano anterior. A partir de então, o Jubileu de Nossa senhora Das Dores se torna tradição e é assistido com entusiasmo não só pela população local, como também por visitantes dos municípios vizinhos. Todo dorense, com certeza, não se esquecerá jamais dos emocionantes sermões do Pe. Nélson Marotta durante o desfile dos carros alegóricos trazendo quadros vivos mostrando as dores de Maria.

Copyright © 2022
Prefeitura Municipal de Dores do Turvo